domingo, 14 de fevereiro de 2010

princesa, eu?

"Você é uma princesa. Nosso Rei tem esperado por você todos os dias, nos últimos anos". A menininha orfã e insossa se recusava a acreditar nessas palavras.
Desde que se conhecia por gente, ela morava ali, em meio a imundície. Seus pés estavam sempre sujos, seus olhos sempre inchados. Sua mente estava sempre preocupada com sua sobrevivência, já que cada partícula daquela casa a ensinava que se quisesse viver, deveria procurar meios de fazer isso por si mesma. Seu estômago estava acostumado a digerir comida que ela encontrava junto a ratos. Sempre aprendera a manter sua boca fechada: era muito desinteressante pra falar alguma coisa. O mundo vivia dizendo a ela que ao nascer, fora rejeitada. Era cria defeituosa.
E agora, estava ali, em frente a ela, um Príncipe. Em suas mãos haviam furos de pregos, e em sua cabeça uma coroa de espinhos. Ele parecia muito feliz em vê-la, como se tivesse aguardado a vida inteira por isso. Ele repetia sem parar, com os olhos marejados em lágrimas:

"ELE ESTÁ TE ESPERANDO! NÃO DEIXE SEU CORAÇÃO SOFRER MAIS! "


E ela, que nunca fora amada, nunca fora ouvida, nada tinha a perder. Ao invés uma casa imunda, ela podia ter um rico palácio. Ao invés de desprezo, ela podia ter um Pai que esperava por ela. Ao invés de perda e dor, ela podia ter o que seu coração mais desejava: graça.

3 comentários:

Adoradora de Cristo disse...

Lindo, lindo, lindo Doth!!
Essa é a mais linda história de amor entre um Príncipe e uma princesa!! Um amor puro e verdadeiro desse Cavaleiro pela donzela. Esse Alguem que amou incondicionalmente a princesa, que se entregou e morreu por ela! Essa história fascina-me!!! Que o Senhor continue a dar-te inspiração e a encher o teu coração de um amor renovado por esse Principe e Rei, Mestre e Altissimo, Senhor e Salvador!! O Seu nome é Jesus!! :) Beijinhos.

Anônimo disse...

Doth, eu simplesmente amei ler essa história linda e maravilhosa, eu quero te parabenizar por seu dom de escrever tão bem ! beijos, sua amiga e mais nova leitora, Sophia

Diego Nogueira disse...

Doroth! Parabéns por esse 1 ano em que você tem demostrado esse dom que Deus te deu de escrever, através desse blog.Como disseram pra mim uma vez, que você manifeste a vida de Deus onde for!
Permaneça e Persevere!

Bjs