sexta-feira, 2 de julho de 2010

Só pra avisar: aqui, dentro dessa casca grossa, tem um coração. Ele bate, sabia? Ele sente. Dói. Machuca. Ele tem consciência do que pode ou não aguentar. E, agora, ele está me avisando que ele não consegue mais suportar você. Até agora, ele estava ignorando; mas, ele está aqui me pedindo para dar um basta. A coisa ficou séria, mesmo, e não foi culpa minha. Eu estava aqui, na minha. Quietinha, não queria nada. Aí, veio você. Por que não simplesmente me deixar em paz? Tinha que chegar, insistir, tentar? Tinha que me perseguir, me azucrinar, me incomodar? E depois de me ganhar, por que não simplesmente me levar? Tem mesmo que ir embora, assim, tão fria e repentinamente? Tinha que ser tão insensível? Todo mundo dizia que você era bobo, galanteador. Mas, acho que sou meio masoquista. Meio não, deveras, já que PRECISO ver as coisas pra me mancar. Não adianta ignorar, não adianta fingir que não existe, não adianta. Eu preciso VER. Ridículo, não? Tentei ver no que ia dar. E deu em nada. Agora chega, né? Pelo visto, você só queria me ver inquieta, insegura, desejosa, ansiosa. Está vendo agora. Me deixar em paz agora, que tal?

3 comentários:

gii bardi disse...

Incrível é como você consegue por em palavras todos esses sentimentos.
Gosto muito dos seus textos, mesmo.
E vê se não esquece dos leitores quando quando virar best-seller, ok? ;)

Beijão, Doth

Lucas disse...

Doth, nem preciso dizer que você é incrível.
Em poucas palavras consegue expressar quilos de sentimento, e expor um senso de humanidade e fragilidade cativantes.
Mesmo com raiva, a poesia e o romantismo são perceptíveis em você.
Um grande Abraço!


Lucas

Lysis Lilian disse...

Você é intensa e verdadeira,isso é muito raro,
gosto muito dos seus textos,
Achei seu blog por acaso e não parei mais de ler,
Que Deus continue te abençoando,
E graças a vc tomei coragem e criei um blog também,quando puder visite.

http://relatodeumavidaemfragmentos.blogspot.com/

beijo!