sábado, 14 de maio de 2011

A boa dependência, o caminho da plenitude e a necessidade de dizer 'SIM'

Boa noite, viajantes!
Escrevo esparramada na minha cama, notebook no colo, enquanto todos dormem. 


Fico feliz por vocês não poderem me ver, porque minha situação é deplorável. Calça de moletom, camiseta de propaganda política, cabelo meio oleoso, olheiras à la Mortícia Adams. Estou muito, muito feia.


Pipoca, coca-cola, a twitcam do Não morda a maçã, vários livros e a Bíblia me acompanham nesta noite de solitude.


Estava em um dos muitos momentos de angústia e ansiedade dessa semana e de repente, senti como em um sopro quão pequenas tornam-se as outras coisas quando nos damos conta de que vivemos pelo Rei dos Reis e Senhor dos Senhores! Dependo totalmente de Deus e Ele é totalmente confiável.


Em algum lugar de Provérbios está escrito: 'Até no riso, tem dor o coração.'  Engraçado. Vivemos sonhando com o dia em que seremos completos. Sonhando com aquele momento idílico em que estaremos perfeitamente em paz, em que encontraremos alívio, em que seremos amigos de Deus. Mas, quer saber? Você não precisa ter todas as circunstâncias perfeitas para que aproveite tudo o que Deus tem a te oferecer. Li hoje de manhã: 'Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também ele é puro.' (1Jo3:2,3). E é isso que a vida é. Não um problema a ser resolvido, mas uma jornada a ser trilhada. Sempre aprendendo, sempre crescendo, sempre aventurando-se, mas nunca prontos! O segredo desta jornada é segurar nas mãos dEle, dar passos pequenos e aproveitar a vista!


Falando de trazer a memória aquilo que pode nos dar em algum momento esperança, sabe o que regou a minha semana? A história de Cassie Bernall. 17 anos, cristã, morava no Colorado (EUA) e estudava na Columbine High School. O que parecia ser apenas um dia igual a tantos outros, terça-feira, 20 de abril de 1999, iria ficar registado na história. Durante a hora de almoço Cassie estava na biblioteca da escola. De repente entram naquela sala dois estudantes armados, que aproximam-se dela e com as armas apontadas à sua cabeça perguntam-lhe em tom escarnecedor: "Acreditas em Deus?". Perante aquele cenário aterrador, a jovem após uma breve hesitação respondeu com voz firme e convincente: "SIM, EU ACREDITO." Na cerimônia fúnebre a que assistiram mais de 2500 pessoas, o reverendo da sua igreja chamou aquele evento como um casamento. Cristo, o noivo regressou no dia 20 para vir buscar a Cassie. E poderão perguntar, porque é que nós choramos? Porque não fomos convidados para a festa. Ela teve lugar no Céu." Tenho ouvido muito sobre dizer sim a Deus. No primeiro dia do ano ouvi uma palestra de uma amiga muito querida sobre o quanto Deus é um apaixonado que espera ansioso por um sim no altar. Li um livro que me desafiou fortemente a estar disposta a dizer SIM a Ele mesmo antes de saber o que Ele quer. E lendo a história de Cassie, que com certeza eu encontrarei no Céu, eu pensei se não é pra isso que fomos criados. Pra dizer SIM a Ele. Pra viver esse romance maior. Pra ganhar uma cerimônia de casamento tão sublime e honrosa quanto a Cassie ganhou. O preço é alto? Sim. Mas, sem dúvidas, ficar longe Dele é muito mais caro.
Desafio você a orar por isso. A depender dEle, a aproveitar cada etapa do caminho, a trazer a memória aquilo que te dá esperança, a fim de que você possa dizer Sim a Ele independente do que Ele peça, para enfim vivermos em plenitude o que fomos criados para ser. 


Entre lágrimas, deixo a música que Michael W. Smith escreveu após a morte da Cassie, com palavras dela no início.






 Um grande abraço, daquela que está buscando apaixonar-se a cada dia mais por aquele a quem dirá 'sim'...

2 comentários:

kelin Nuens disse...

Querida menina, posso chamá-la assim mesmo sem conhecê-la? Hoje lendo algumas de suas palavras, tão espontâneas e sinceras, tão cheias de luz, me alegrei por te encontrar apaixonada por Deus nessa geração!Seja você, menina de Deus,luz na escuridão, fogo que inflama sua geração!
O Pai te abençoe todos os dias!!
obrigada!

A GAROTA DO CROCS COR DE ROSA disse...

Minha kerida blogueira...
Eu AMEI seu blog e todos os posts, realmente mto sinceros.
Se possivel gostaria de desse uma passadinha no meu.

obrigada.